Marllus
Marllus Analista de TI, mestre em politicas publicas, professor, artista digital e aspirante a tudo que lhe der na telha.

Tempos loucos

Tempos loucos
Photo by NeONBRAND

Já existiam os dias
E também as noites,
Loucas, mas sim,
Existiam.

Os navios negreiros,
Os fétidos corpos,
Aqueles corpos
Que nunca saíram de lá.

E os tempos foram passando
Como se realmente
Existissem ceitas
Ou pragas.

Bichos, Ternuras
travessuras, Desvios.

Mas como sabemos,
Que sempre, um dia
Devemos saber,
Que podemos existir?

Essas curvas nunca acabam,
É um grande ping pong
De obscuras chamas
Que nunca cessam.

Os tempos parecem passar
Mas na verdade
São estáticos.
São os corpos, os andantes.